Não perca o foco: eu digo como
Marcelo Baratella
Não perca o foco: eu digo como
Compartilhar:

Que está fácil de perder o foco nos objetivos pessoais todo mundo já sabe. Correria do dia a dia, estresse, falta de tempo e de motivação são os principais vilões. Mas, o que me preocupa é quando alguém me conta que perde o foco nas atividades do cotidiano. Quando algum cliente ou amigo me diz que está com dificuldade em cumprir seus objetivos ou tarefas diárias, eu compartilho com ele uma técnica que desenvolvi comigo mesmo e que vem funcionado muito bem e que agora quero compartilhar com vocês também.

As pessoas não tem foco porque não tem a atitude de colocar foco em suas coisas. Muitas vezes, quando as pessoas vão realizar as suas atividades, elas olham as coisas e inconscientemente o cérebro desenvolve a capacidade de dizer “o que é que eu ganho com isso?”. Neste momento, a pessoa executa as coisas com o olhar da recompensa, se não tem recompensa para aquilo que vou fazer naquele momento, ela não faz. Então, uma vez que uma atividade realizada é uma meta e é a meta que o levará ao seu objetivo, o que se recomenda é que primeiro que a atividade é a meta e é isso que leva com que você alcance seu objetivo, as atividades devem tem recompensas. Ou seja, uma atividade cumprida deve sim ganhar alguma recompensa. Por exemplo, você leu as primeiras 50 páginas de um livro, portanto, se recompensa com um chocolate de sua preferência. Se sua meta era acordar cedo e ir à academia, então se recompense relaxando um pouco no sofá após o almoço. Pense nas suas atividades e no que você pode fazer por si mesmo. A pergunta é: o que eu ganho ao fim disso?

Além disso, é bacana pensar que quanto mais difícil for essa atividade, melhor é a recompensa. Quando você faz isso, a gente vai criando hábitos de coisas positivas no nosso cérebro e é como se a gente tivesse uma endorfina, um vício de recompensar a si mesmo. O que não pode é recompensar é com coisas ruins ou negativas, como por exemplo, excesso de comida, bebida, fofoca, cigarro, excesso de conversa de corredor, enfim, coisas que vão prejudicar. E o melhor: se a atividade que eu estou fazendofor me levar para meu objetivo maior, existe recompensa melhor?

Marcelo Baratella
Gostaria de receber conteúdos GRATUITOS e semanais sobre assuntos relacionados a vendas e como bater suas metas todos os meses? Deixe aqui seu nome e melhor e-mail.
Siga meu instagram